ALDATERRA Projetos

Descubra o artista dentro

Exposições e Festivais

Exposições

Em seu papel como diretor de criação em Histórias Futuro, Alda Terracciano curadoria da exposiçãoEncenar o Journey sobre a vida e obra do Caribe dramaturgo americano Edgar Nkosi Branco, inaugurado em março 2004 no Museu de arquitetura doméstica no norte de Londres, ea instalaçãoVida em Performanceno Arquivo Nacional, para o lançamento do novo catálogo on-line do arquivo motiroti. Ela também concebeu e dirigiu Negociação Faces Escravidão Recordando, a primeira exposição online sobre o legado do Comércio Transatlântico de Escravos no britânicos artes do espectáculo. A exposição foi lançada em novembro 2008 e desde então já recebeu mais de 700,000 sucessos se tornando um ponto de referência essencial para todos os estudantes pesquisam sobre teatro negro no Reino Unido.

"Life in Performance" instalação, O Arquivo Nacional, 16 Março 2005. Foto por Rudy Atwell

"Staging the Journey", Festa de Lançamento, 25 Março 2004. Foto por Rudy Atwell

Edgar Nkosi White at the launch of

Edgar Nkosi Branco no lançamento de "Staging the Journey", 25 Março 2004. Foto por Rudy Atwell

Festivais

lift04-enquiry

Papel Alda Terracciano como Dramaturg e Curador do LEVANTE 04 Inquérito (um projeto de cinco anos a explorar o teatro em todo o mundo) focado em atrair uma grande variedade de artistas e intelectuais – comissionamento, elaboração e entrega de trabalhos artísticos, incluindo ensaios críticos, filmes, performances e novas mídias. Em especial, ela foi responsável por moldar a narrativa da Temporada e identificar mecanismos de interação entre seus participantes para investigar os processos de produção e recepção internacional de teatro em Londres. Ela foi fundamental para facilitar a circulação de idéias e experiências entre o pessoal ELEVADOR, seu conselho de administração, convidados artistas internacionais, Inquiridores e audiências. O processo culminou na produção de 100 performances, vídeos, negociações, instalações visuais e oficinas participativas de artistas e membros do público a partir de uma ampla gama de faixas etárias, profissões e origens culturais. Ela teve lugar no Bargehouse entre maio e junho 2004.

O que os diretores disseram que:

"Obrigado pela consistência, inteligência e carinho que você dirigiu ao Inquérito e seus componentes variadas - teatro, humano, tijolos e argamassa, espíritos visitantes e trabalho duro maldito. (...) Você trouxe tenacidade, disciplina, ambição e argumentos. Você trouxe clareza, determinação e uma de "pontuação" suas palavras iniciais. Thankyou." (Lucy Neal e Rose Fenton, ex-LIFT Directores Artísticos, 2005)